domingo, 3 de janeiro de 2016

Pirata...e O Tratado de Tordesilhas



Amigos da pirataria alada meu cordial...
   Olá !       

Voce, por acaso, sabe quem traçou a Linha do famoso Tratado de Tordesilhas ,assinado em junho de 1494 entre os ( poderosos na época)Reinos de Portugal e Espanha, onde de comum acordo aceitavam que as terras descobertas aquém da linha a 370 léguas a oeste de Cabo Verde.....pertenceriam a Portugal  e alem, a Espanha??  Não?...eu também não sabia , mas voce vai saber ...

 

É por causa deste Tratado que hoje nós, brasileiros, falamos português e os nossos  “hermanitos  cucarachos sul e centro americanos “ falam espanhol. A culpa disso foi do cara que traçou a linha e separou a America ...portanto  desfrute desse momento cultural da pirataria alada...

Hoje este aposentado pirata que vos fala desfruta do sol , do mar e do delicioso vento da paradisíaca Paracuru no litoral cearense. Estou aqui a convite do meu bom amigo José Barreira , aquele piloto sério de Off shore que está cumprindo sua quinzena natalina e aproveitei para lhe fazer  companhia .
                
Paracuru
.................... é uma cidadezinha agradável com uma orla recortada por belas praias com alguns barzinhos normalmente tocados por pescadores e frequentado por turistas nacionais e estrangeiros atraídos pela beleza das praias, assim como por surfistas e kite surfistas atraídos pelas ondas e ventos fortes  constantes.

   
Enquanto meu sério amigo piloto de off shore cumpre suas funções profissionais , a bordo do seu “ovo alado” entre plataformas de petróleo e a base da Petrobras , eu desfruto a adoração solar local afagado pela brisa marinha curtindo um Tom Clancy e me refrescando com uma Bud geladíssima. E foi nessa dura atividade nordestina que me surpreendi com a chegada de meu outro grande amigo ,o Comandante Barreira , aquele milicão carrancudo ,Aviador Naval da reserva da Marinha.
Após os efusivos e fraternos cumprimentos ofereci um tradicional brinde a moda dos “linces” do bravo HA 1 que meu amigo comandou nos idos de 1998.Ele apareceu por aqui sozinho porque sua bela Maria do Carmo foi passar o Natal com familiares em Minas Gerais e acabou aceitando um convite, do nosso amigo piloto sério de offshore que para variar estaria trabalhando, para curtirmos um Natal nordestino .Entre um papo e outro  reparei que ele estava vestindo uma camiseta que fazia referencia a Operação Tordesilhas 1994 a bordo da Fragata Constituição.

A camiseta me chamou a atenção por dois motivos: O primeiro, por fazer referencia a Fragata Constituição. Foi nela que meu bom amigo Comandante Barreira me apresentou a Sereia  Alada  numa das festas a bordo há muitos anos...mas isso é uma outra história. O outro detalhe da camiseta do meu amigo milicão retirado foi o fato da camiseta fazer referência a 1994 , ou seja 21 anos atrás o que me levou a considerar a idade da camiseta e ainda em bom estado de conservação (novinha em folha).Por esse motivo brinquei com meu amigo:
-” Pô comandante essa camiseta foi tirada do fundo do baú...heim !!”

Meu amigo com um certo ar de orgulho e olhar distante respondeu:

- “É verdade Pirata...tirei do fundo do baú de gratas recordações que me são caras... essa camiseta está sendo usada pela primeira vez em 31 anos”

Diante da minha admiração ,ele sem perguntar nada, começou a contar a seguinte história :

-“ Em 1994 eu era um jovem e garboso Capitão de Corveta, Comandante de SAH 11 Lynx do Primeiro  Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque, o HA 1,quando recebemos ( eu e o Tenente Bitencourt , meu copila na época ) a  missão de embarcar na Fragata Constituição que navegava com destino a Tenerife, arquipélago espanhol ao largo da costa africana no Oceano Atlântico. Lá aportaríamos no porto da Ilha de Las Palmas para nos reunirmos a Fragata Vasco da Gama , portuguesa ,e as Fragatas Infanta Cristina e Infanta Helena , espanholas , para constituirmos um Grupo Tarefa para um exercício Naval em comemoração aos 500 anos do Tratado de Tordesilhas.

O exercício Naval consistia em atravessar o Atlântico em formatura aproveitando para estreitar os laços históricos de amizade que unem os três países  , alem de aprimorar nossas táticas navais. Chegaríamos no dia.22 de junho., data da assinatura do Tratado de Tordesilhas num ponto da,fatídica, 370 léguas a oeste de Cabo Verde ....onde encontraríamos com outro Grupo Tarefa constituído por navios venezuelanos , argentinos e uruguaios onde formaríamos  duas colunas , uma comanda pelo navio português seguido pela Fragata brasileira, a leste do paralelo e outra coluna comandada por uma das fragatas espanhola , seguida por venezuelanos , argentinos e uruguaios a oeste do paralelo. Nesse momento seria executada a cerimônia de comemoração dos 500 anos de assinatura do Tratado que seria registrado por vários jornalistas dos vários países participantes.

A cerimônia entre outras atividades consistia na demarcação física da linha do Tratado no mar , uma vez que segundo o historiador que estava a bordo , naquela época(1494), oficialmente ainda não existiam terras naquela parte do planeta e assim , a linha era apenas imaginária.
A cerimônia começou . Navios formados  em colunas, cada qual no seu lado do paralelo. Jornalistas  prontos com suas potentes maquinas fotográficas  para registrarem o momento histórico , e foi nesse momento que recebi a ordem para decolar e cumprir a minha missão.

O Lynx da Fragata Constituição era o único helicóptero a bordo do Grupo Tarefa Tordesilhas e assim recebeu a missão de decolar e a baixa altitude (voando a 50 pes em baixa velocidade ) voar entre as duas colunas de navios e sobre, exatamente, a linha do paralelo ......despejar continuamente um filete de produto colorido que servia de marcador de mar para salvatagem....marcando assim , fisicamente, a LINHA do TRATADO de TORDESILHAS, 500 anos após sua assinatura.Cumprimos fielmente a missão atribuída, sob aplausos e gritos de” viva” ,de todas as tripulações formadas alem das varias autoridades civis convidadas, ao som de salvas de tiros festivos dos canhões de cada navio. Esse feito finalmente ficou registrado no dia seguinte em jornais de todos os países envolvidos com o tratado, eternizando assim o fato històrico :

 Quem  traçou a LINHA do TRATADO de TORDESILHAS foi a tripulação do Lynx brasileiro comandado pelo Capitão de Corveta Barreira, da Aviação Naval do Brasil em 1994”

Ao encerrar a história, meu amigo milicão estava com olhos marejados ( e eu , pirata amigo..orgulhoso).O silencio do momento foi quebrado pelo brinde oferecido pelo nosso amigo Jose Barreira, piloto sério de offshore , que havia chegado depois dos seus voos e veio se juntar a nós

-” Ao tratado de Tordesilhas que permitiu que o Pelé fosse brasileiro...e que o Maradona fosse argentino”
-“ Saude !!! TIM...  tim”
Brindamos em uníssono !

-” Ao nosso amigo milicão comandante Barreira que permitiu que fossemos ... brasileiros...kkk!”

TIM....TIM !!

Esse foi o Natal em Paracuru onde os tres personagens alados curtiram suas histórias na solidão familiar imposta pela atividade exercida dignamente pelo meu amigo , piloto sério de offshore
Tudo teria sido mais um belo encontro se não fosse a surpresa preparada pela empresa de Taxi Aéreo de  Offshore ao meu sério amigo José Barreira que recebeu um papel que dizia :

" Pelo presente o notificamos que não mais serão utilizados os seus serviços pela nossa empresa !"

Assim terminou o ano de 2015...Que venha 2016...uma página foi virada...nessa grande Aventura da Vida...que só termina quando acaba...

A todos nascidos a leste da linha do Tratado de Tordesilhas...um ótimo 2016 .!!!

Ao  Offshore...desejo que os próximos anos sejam de mais profissionalismo e menos hipocresia ...

Um forte abraço .. do Pirata

2 comentários:

  1. Aos meus bons amigos da OMNI desejo um forte abraço já que não foi me dada a oportunidade de me despedir. Para mim os últimos 5 anos foram de aprendizados numa atividade , até então desconhecida (a Tal de Off shore).Confesso que aprendi muita coisa que pretendo não colocar em prática daqui pra frente no entanto serviram para entender como funciona a atividade aérea comercial. Aprendi que nessa atividade o dinheiro fala mais alto que qualquer coisa...o que no meu conceito ... é muito ..triste! Assim sendo me permito publicar aqui um conceito para meditação :

    " A qualidade de vida de um homem não é medida pela quantidade de bens que ele adquire ao longo de sua vida profissional ... e sim pela quantidade de histórias que ele tem para contar "
    Assim sendo um grade beijo na bunda dos meus amigos e um pé na bunda dos inimigos!

    VIVA a PIRATARIA ALADA !!

    ResponderExcluir
  2. Saudoso Pirata! Sentimos falta das suas aventuras e histórias... mesmo que os dias de pirataria alada tenham chegado ao fim, como você mesmo diz, a aventura da VIDA continua!
    bjs!

    ResponderExcluir