domingo, 25 de maio de 2014

Pirata...e a NATO em Gibraltar  (Souvenirs)

Amigos da pirataria alada....cá estamos num belo dia de outono europeu... cruzando a costa mediterrânea da Espanha... próximos a Gibraltar...aquele funil do mediterrâneo por onde passa praticamente toda a riqueza da Europa.
...e foi nestas condições de navegação , que este meditativo pirata....lembrou de uma história contada pelo meu bom e velho amigo , o Comandante Barreira...aquele sério e carrancudo amigo de Santos oficial de Marinha retirado.Contribuiu para que eu lembrasse dessa história o meu bom amigo aqui da Nau ... o Claus... dinamarquês , ex comando da Marinha da Dinamarca... e mais conhecido à bordo da Nau como Magiver!(aquele faz tudo, do antigo seriado americano)....
...pois é .. estávamos jantando na sala  dos crews de big boats ..quando o Magiver lembrou de uma antiga operação da Nato em 1998 ,da qual ele participou,ainda na ativa, aqui pelas bandas de Gibraltar... chamada “Operação Tapoon 98 “...  comandada pelos espanhóis e tinha uma força de 25 navios de várias nacionalidades(USA, Canadá,Inglaterra,Dinamarca, Alemanha, Grécia,França,Itália, Portugal,Espanha... que eu me lembre)capitaneados pelo Porta Aviões Príncipe de Astúrias, espanhol e incorporado a pouco.Muito bem... a operação consistia em impedir que um navio mercante , carregado de armamento, proveniente de Tenerife no Atlântico,penetrasse no Mediterrâneo e descarregasse o armamento na Grécia.Assim os 25 navios da Nato , se postariam na entrada de Gibraltar para ali , fazerem um TAPOON...(tampão) impedindo qualquer navio indesejável de passar, por tão poderosa força.


....aí entra a história que o meu amigo Comandante Barreira me contou...Assim contava ele:

 “---- Eu era comandante do HA-1, esquadrão que tinha acabado de receber 14 Super –Lynx novos e completamente update(ou ... no estado da arte... como queiram)..quando surgiu uma missão na Europa.Nós deveríamos embarcar um Lynx na Fragata Independência e formar um Grupo Tarefa para representar o Brasil na EXPO 98 (feira internacional)que seria realizada em Lisboa.A Fragata Independência , juntamente com a Corveta Julio de Noronha foram escolhidas , por serem dois navios modernos fabricados no Brasil,então representariam o que havia de moderno na indústria brasileira.
Essa viagem foi histórica por uma série de fatos..... desde samonela a bordo , com arribada para Tenerife....até quebra de motor da Corveta....mas o que nos interessa é que, chegando a Lisboa e depois das cerimônias previstas....os navios representando a Marinha do Brasil , foram convidados pela NATO,a participarem da Operação Tapoon, que ocorreria dias após.
Convite feito ... convite aceito... e para tal nos dirigimos para Cadiz na Espanha , onde seria realizado o briefing da missão.Lá chegando eu e o Comandante Marinho , meu amigo e companheiro de outras jornadas fomos a reunião preparatória, enquanto o Tenente Muller, terceiro piloto a bordo dedicou seu tempo livre a coletar a assinatura eletrônica dos radares dos 25 navios estrangeiros da Nato que ali estavam.
No briefing ficamos sabendo que como Marinha convidada( e subdesenvolvida), o nosso papel na operação seria de meros coadjuvantes dos atores principais , os poderosos navios da NATO que afundariam o , inimigo mercante e seu escolta de Marinha inferior, papel esse que nós iríamos desempenhar.Ao regressar para o navio , meio constrangidos com nossa missão,um tanto quanto, ...digamos ...secundária...., soubemos que o Muller havia colhido um bom material de informações eletrônicas dos navios ... agora... inimigos.

... e assim fomos encontrar nosso mercante a ser escoltado em Tenerife....

Quando chegamos na entrada de Gibraltar ,local onde o pau ia cantar,...quis o destino ,que uma bruma densa e colada no mar viesse aparecer.Diante de tal situação propus ao Comandante da Fragata decolar o Lynx e tentar alguma coisa.......Decolei e voando 100 pés, colado no mar , nos escondemos na camada, utilizando somente o MAGE em passivo......e foi aí que apareceu !....apareceu o sinal eletrônico do radar do Príncipe de Astúrias....depois dos procedimentos para posiciona-lo...nos aproximamos...e no alcance dos nossos mísseis.....FIRE !...4 sea skuas no monstro....e voltamos para bordo.
Ao chegarmos de volta .... fomos recebidos com esfuziantes abraços ....do tipo ... filme TOP GUN.......havíamos colocado fora de ação o navio Capitânea da Nato na operação....com isso os outros ficaram sem coordenação...e ficaram perdidos..
Resumo da`Ópera..: ....entramos com nosso Mercante escoltado até a Grécia sem sermos incomodados!

Acabada a operação ... navios regressando a Cadiz para de-briefing.....e todos se questionavam ....Como um , apenas UM helicóptero brasileiro foi capaz de tanto estrago na NATO ..?”...............

Assim contava o Comandante Barreira.....que não é de mentir ..... diga-se de passagem


Quando este humilde pirata , que vos fala, terminou de relatar o fato histórico , narrado pelo meu amigo Comandante Barreira,....a gringarada crew de big boat da Nau Pirata, estava com aquela cara (que eu já conheço) de : “ Esse pirata é mentiroso ..pra cacete”.....foi aí que o Claus (Magiver)...inconformado disse: “---- então foi  você!...ou melhor... o seu amigo comandante!... que fez aquele estrago nas forças da NATO na Tapoon 98?....e alem do mais usando de meios heterodoxos ... tipo pegar a assinatura radar dos navios no porto !”

Todos incrédulos...pela autenticação emitida pelo Claus ,da história que acabara de contar ....me olharam com ar de reprovação....esperando a minha reação.......então não me restou outra alternativa...e solenemente declarei: 
“---- IS SIMPLE......WAR... IS WAR !”
....e mais uma vez o pirata alado se retirou do recinto... não sem antes... se virar na porta e com o já famoso movimento de :” vem cá minha nega”...dizer: “----- NATO !!....CRÉU! “


Um beijo no coração da marinheirada brasileira ... e outro na bunda da gringarada da NATO


Pirata na terra do inimigo 
(recordando a Copa de 2006)


Amigos da pirataria alada
Aqui estou em terra inimiga.... na CROÁCIA...!!....e pelo que pude ver o inimigo é simpático amigável e adora futebol.
Hoje este , ocupado, pirata que vos fala,foi ao aeroporto de Dubrovnik para acertar a operação do seababoon em ares e águas croatas. Procurei um agente e fui informado que deveria ir a sala do diretor do aeroporto. Imaginei -"vou ter problemas!"....para minha surpresa , depois de ter passado por 3 secretárias intermediárias cheguei aos domínios da autoridade. Lá chegando , fomos , eu eo papagaio de pirata, recebidos pelo importante croáta que nos fez sentar e se antecipou em servir um drink para descontrair o papo.Achei inicialmente estranho , uma vez que estava ali só para saber as exigências burocráticas locais.Depois das devidas apresentações realizadas... fui ao assunto !
Perguntei sobre as exigências aduaneiras para entrada do helicoptero em espaço aéreo croata.Prontamente meu interlocutor pegou o telefone e pediu a presença do chefe da aduna. Perguntei sobre as limitações de voo e regras do aeroporto .Prontamente foi chamado o chefe de operações... e por ai foi .Em 10 minutos eu estava reunido com as maiores autoridades aéreas da Croacia...para resolver um simples problema de voo.Depois de tudo resolvido e facilitado e após uns dois drinks resolvi perguntar sobre o jogo BRASIL X CROÁCIA!.....minuto de silencio!......pensei : " acho que fiz bobagem !"....rapidamente a autoridade puxou de baixo da mesa uma revista com todos os detalhes do time brasileiro... e passou a discursar sobre a seleção canarinho coisas que nem eu sabia ... tipo tamanho da cueca do Roberto Carlos....como .pirata que é pirata não se interessa por tamanho de cueca de ninguém , muito menos de jogador de futebol ..fiz cara de preocupado . pedi licença e fui embora .
Esse evento serviu para que eu me sentisse VIP por essas bandas e para perceber que os caras são simpáticos, adoram futebol ....e têm uma estranha curiosidade pelo tamanho da cueca dos outros.
Dali , eu eo papagaio, seguimos para o centro antigo de Dubrovnik, num dos raros momentos de folga deste , ocupadíssimo pirata !Lá chegando pude observa o majestoso forte que domina a entrda da cidade... alias um amigo observou bem , que naquele lugar....muita gente já morreu....nos dois sentidos!.....profundo pensamento ao qual me rendo diante de tanta sapiencia...........Mas voltando ao passeio.....em dado momento passamos por um grupo de garotos batendo um pelada.Como diz o dito popular :"a bola procura os craques"...quando me aproximei da contenda....ela (a pelota...bem entendido)....veio rolando mansamente em direção a este humilde pirata....em sequencia a seguia um pequeno e alegre croata....Ato contínuo... com um sutil toque dei um chapéu no croatinha e emendei uma caneta por baixo das pernas sem esquecer do famoso gritinho de :" OLÉÉÉ !"......o protótipo de croata ficou impressionadíssimo e ficou me fitando com uma cara que interpretei : " esse cara, com essa habilidade só pode ser brasileiro e joga no Barcelona".....visando não frustrar o pasmo moleque croata... peguei a bola e autografei com naturalidade: "RONALDINHO ".......o garoto incrédulo pegou a bola e , aos prantos(imagino que de emoção)...correu em direção a mãe gritando palavras em croata(idioma que este poliglota pirata ... AINDA....não domina)... imagino que agradecendo a sorte do,improvável, contato com um típico pirata brasileiro bom de bola.
... ser pirata... é legal... pirata alado... é melhor ainda... estar na Croácia nas vésperas do jogo e sacanear um croatinha.....é impagável...kkkkk
Dá-lhe BRASIL >>SIL >>SIL.......só não vai perder senão eu apanho aqui..

Valeu galera...um beijo no coração da maioria e um na bunda de alguns !!! bom jogo pra nois todos